Publicidade
ECONOMIAREGIONAL

Wladimir em audiência sobre projeto de lei que classifica a região como semiárido

O Prefeito Wladimir Garotinho participou, nesta sexta-feira (23), de uma audiência pública sobre o Projeto de Lei 1.440/2019 – de autoria de Wladimir, enquanto deputado federal – que classifica as Regiões Norte e Noroeste Fluminense como área de semiárido. De acordo com o Prefeito, se o projeto de lei for aprovado, será a redenção econômica da região, gerando grandes investimentos e empregos no setor agropecuário. A audiência pública visa criar o Fundo de Desenvolvimento Econômico da Mesorregião.
Wladimir recebeu hoje em seu gabinete o deputado federal Felício Laterça (PSL-RJ), relator do projeto, que também participou da audiência. O parlamentar é o relator do PL 1.440/2019 na Câmara Federal. Durante a visita ao município, o deputado informou que estará destinando R$ 1 milhão para a Saúde de Campos, através de emenda parlamentar.
“Eu e o deputado Felício Laterça participamos juntos da audiência pública sobre o projeto de lei de minha autoria enquanto deputado federal, para a transformação da classificação climática da nossa região para clima semiárido, que vai abrir muitas linhas de crédito para todos os nossos produtores. O deputado Felício é o relator deste projeto e tenho certeza que vai fazer o relatório deste projeto o mais breve possível para que seja encaminhado e aprovado no Congresso Nacional”, disse o Prefeito Wladimir.
“Este é um projeto de lei importantíssimo não só para Campos, mas para todo o Norte e Noroeste Fluminense. Vamos trabalhar com afinco para produzirmos o relatório o mais rápido possível e obter o resultado desejado, que é a aprovação deste relatório”, disse o deputado, que, através de emenda parlamentar, estará destinando R$ 1 milhão para a Saúde de Campos “para socorrer a população deste terrível momento que estamos vivendo de pandemia da Covid-19. Wladimir pode continuar contando comigo e vamos trabalhando por nossa Campos e toda a região”, ressaltou.
Também participaram da audiência a presidente da comissão, a deputada federal Clarissa Garotinho, e o professor e pesquisador da UENF, José Carlos Mendonça, o presidente licenciado da Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro, o agrônomo Frederico Paes e o agrônomo da Uenf, doutor em produção vegetal, Eduardo Crespo. “Quando a gente fala em estimular a agricultura em benefício fiscal ou de investimento, a gente estimula emprego e renda e é isso que as pessoas querem. Hoje, a grande necessidade é ter trabalho e dignidade e dignidade está ligada ao trabalho. Acreditamos que, em duas semanas, possamos apresentar o relatório e, depois vamos discutir, seguindo os prazos procedimentais”, disse o deputado Felício Laterça.
Fonte: Comunicação PMCG

Publicidade

Anterior

Fiocruz recebe hoje insumos para produção de 9 milhões de doses

Seguinte

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em setembro