Publicidade
DNews

Witzel articula com lideranças da Câmara mudança na recuperação fiscal dos estados

O governador Wilson Witzel e o seu secretário da Casa Civil e Governança, André Moura, ‘peregrinaram’ ontem pela Câmara dos Deputados para articular a mudança na Lei Complementar 159/2017, que trata do Regime de Recuperação Fiscal (RRF) dos estados. A principal alteração defendida pelo governo do Rio é o adiamento da retomada do pagamento das parcelas da dívida com a União para 2023. Isso porque, pela lei, o estado terá que voltar a honrar com essa obrigação em setembro deste ano, tendo que desembolsar R$ 6 bilhões.

O estoque da dívida que o Rio tem com o Tesouro Nacional é de R$ 118 bilhões. E o secretário de Fazenda do Rio, Luiz Cláudio Carvalho, já declarou algumas vezes que ainda não há condição financeira de o estado voltar a pagar as parcelas.

Fonte: O DIA


Publicidade

Anterior

Menina de 3 anos é vítima de bala perdida em ataque que deixou um morto e outro ferido

Seguinte

Botafogo convoca torcida para apresentação de Honda neste sábado no Nilton Santos