Publicidade
DNews

Visitas são suspensas no presídio de Campos, RJ, após detento ser diagnosticado com meningite

As visitas de familiares e as saídas de presos do Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, foram suspensas após um detento ser diagnosticado com meningite bacteriana.

Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o caso está sendo acompanhado e outro detento também foi encaminhado ao hospital com sintomas parecidos.

Ainda de acordo com a Seap, a Coordenação de Saúde está tomando todas as providências cabíveis e os detentos e servidores que tiveram contato com o preso estão recebendo o tratamento de quimioprofilaxia.

A Seap informou também que as visitas e saídas foram suspensas temporariamente em caráter emergencial.

Os dois detentos estão internados no Hospital Ferreira Machado (HFM). Segundo a unidade, o paciente que teve a doença confirmada está internado em isolamento na UTI e o quadro dele inspira cuidados.

Ainda de acordo com o hospital, a doença é tratada com antibióticos.

O HFM informou também que foi realizado exame no segundo paciente e não foi apontado diagnóstico de meningite. Segundo a unidade, ele recebeu os procedimentos relativos à quimioprofilaxia como medida preventiva e está internado em isolamento do Setor de Doenças Infecto-Parasitárias. O estado de saúde dele é estável.

Fonte: G1


Clique aqui e confira mais ofertas

Publicidade

Anterior

Colisão entre caminhão e caminhonete deixa um ferido na BR-356, em Itaperuna, no RJ

Seguinte

Balcão de oportunidades de São João da Barra, RJ, cadastra novos currículos