Publicidade
REGIONALSAÚDE

Vacina contra Covid-19 para pessoas com comorbidades continua nesta sexta-feira

A aplicação de 1ª dose da vacina contra a Covid-19 para pessoas com comorbidades continua nesta sexta-feira (28). Devem tomar a vacina aqueles que têm entre 35 e 54 anos. Segundo a Subsecretaria de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde, além da vacina da Pfizer, também será usada AstraZeneca para a imunização desse grupo prioritário. A vacinação irá acontecer no horário das 9 às 15h e será através de distribuição de senhas.
Os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) devem apresentar o cartão dos programas que são cadastrados: Pé Diabético; Hiperdia; Proapar; Portadores de Doenças Autoimunes e Colagenose do Hospital Álvaro Alvim; Pacientes Oncológicos; Anemia Falciforme e Hemoglobinopatias; Portadores de Síndrome de Down.
Para as pessoas com comorbidades atendidas na rede privada, será preciso apresentar o laudo, cujo modelo deve ser baixado no Portal da Prefeitura ou (AQUI), preenchido e carimbado pelo médico, junto com os documentos pessoais e comprovante de residência.
A partir de agora, também, estará sendo aceita receita de até seis meses constando o uso de drogas para as comorbidades. Há necessidade, também, de apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência.
As comorbidades classificadas como prioritárias para receber a vacina contra a Covdi-19 são: diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão arterial resistente (HAR); hipertensão arterial estágio 3; hipertensão arterial estágios 1 e 2 com Lesão de órgão Alvo e/ou comorbidade; insuficiência cardíaca (IC); cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; cardiopatia hipertensiva; síndromes coronarianas; valvopatias; miocardiopatias e pericardiopatias; doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas; arritmias cardíacas; cardiopatias congênitas no adulto; próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados; doença cerebrovascular; doença renal crônica; anemia falciforme; síndrome de down; cirrose hepática; gestantes de alto risco e puérperas (até 45 dias após o parto).
LOCAIS DE VACINAÇÃO
SECRETARIA DE SAÚDE
UBSF ALDEIA
UBS MORRO DO COCO
UBSF SANTA CRUZ
UBS TOCOS
UBS CONSELHEIRO JOSINO
UBS DE ESF LAMAGAR (Farol)
UPH DE TRAVESSÃO
UBS PENHA
UBSF ELDORADO
Fonte: COMUNICAÇÃO PMCG

Publicidade

Anterior

Novo sistema de iluminação com LED gera economia e torna vias mais seguras

Seguinte

Anvisa autoriza novas condições de armazenamento para vacina da Pfizer