Publicidade
POLÍTICAREGIONAL

Sob pressão, governador Wilson Witzel demite aliado Lucas Tristão

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, exonerou nesta quarta-feira (3) o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão. A demissão foi publicada hoje no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.

Lucas Tristão era braço direito de Witzel e participou ativamente da campanha do governo. Entre os pedidos de impeachment protocolados contra o governador, um deles pedia também o afastamento do secretário.

Este é o sexto secretário a deixar o governo em um período de dez dias. A saída mais recente foi a do secretário Marcus Vinícius Braga, da Polícia Civil, que entregou uma carta de demissão ao governador no último sábado.

Na última quarta-feira (27), a Justiça suspendeu a nomeação do ex-secretário de Saúde, Edmar Santos, também investigado, como secretário Extraordinário de Acompanhamento da Covid-19.

No dia seguinte, o próprio governador exonerou os secretários da Casa Civil e da Fazenda, o que foi visto com surpresa na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), onde há pedidos de abertura de processo de impeachment contra Witzel.

O partido Republicanos também anunciou a saída da base do governo em razão dos “fortes indícios de corrupção” e determinou a saída do secretário de Trabalho e Renda, Jorge Gonçalves.

Fonte: R7


Publicidade

Anterior

Teste de vacina de Oxford contra Covid-19 contará com 2 mil voluntários brasileiros

Seguinte

Witzel diz que vai começar 'flexibilizar' economia já na próxima semana