Publicidade
REGIONALSAÚDE

Hospital de Campanha de Campos e outros 5 não serão mais administrados pela Iabas

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou nesta segunda-feira que a condução das obras dos seis hospitais de campanha do estado não será mais administrado pela Iabas.
A decisão foi tomada na sexta-feira em uma reunião entre Organização Social e o secretário de saúde do estado Fernando Ferry. A administração das unidades ficarão a cargo de um consórcio de empresários.

A junta foi indicada pelo vice-presidente da Federação Brasileira dos Hospitais e da Associação dos Hospitais do Estado do Rio de Janeiro. A medida vale para todas as unidades dedicadas ao tratamento de pacientes do covid-19 que ainda não foram inaugurados. No entanto, foi decidido que a unidade do Maracanã deve permanecer sob a gestão da Iabas.

Na tarde desta segunda-feira, uma reunião com a presença do Procurador Geral do Estado do Rio vai orientar sobre os termos do acordo de transição para garantir a continuidade das obras e a compra de insumos e medicamentos.

Além disso Ses destacou que as obras ficarão agora sob a supervisão da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras (Seinfra). O órgão será responsável pelo acompanhamento e cobrança das questões técnicas relacionadas à construção dos hospitais de campanha.  A pasta ainda irá divulgar um novo cronograma com a entrega das unidades.

Fonte: JORNAL O DIA

Publicidade

Anterior

Corpo técnico e Ministério Público de Contas sugerem rejeição das contas do governador do Rio, Wilson Witzel

Seguinte

Conta de luz terá bandeira tarifária verde até dezembro, sem cobranças adicionais