Publicidade
REGIONAL

Restaurantes , bares , lanchonetes e mais são autorizados a funcionar partir de segunda (22), em SJB

A Prefeitura de São João da Barra publicou decreto no Diário Oficial do Município nesta quinta-feira, 18, atualizando as medidas de prevenção e combate à Covid-19. São duas alterações em relação ao decreto anterior, do dia 8: estão autorizados o consumo no interior de estabelecimentos de alimentação — com regras definidas em portaria específica — e o acesso ao município de representantes comerciais, advogados e contadores. As medidas começam a valer na próxima segunda-feira, 22.

O novo decreto diz que prestadores de serviços do ramo de alimentos como bares, restaurantes, lanchonetes, sorveterias, açaiterias, padarias, bolarias e congêneres, podem permanecer abertos com atendimento ao público e acesso e uso interno do ambiente. Atualmente só é permitido o funcionamento por delivery e retirada no local.

Entre as regras contidas na portaria da Vigilância Sanitária estão a proibição de self-service, limite de funcionamento com acesso ao estabelecimento até 17h e lotação máxima de 30%, com medidas de distanciamento. Também deve ser feita higienização adequada de pratos, copos, talheres e demais utensílios e limpeza e desinfecção do ambiente.

A Prefeitura orienta que sejam evitados cardápios impressos e também comandas de papel e que seja promovido e incentivado o agendamento prévio para reservas de lugares. As máscaras são de uso obrigatório e só devem ser retiradas no momento da refeição.

Outra medida do decreto é a autorização para acesso nas barreiras sanitárias de profissionais como representantes comerciais, advogados, contadores e demais profissionais no exercício da função, mediante comprovação.

As medidas do novo decreto têm validade até o dia 28. Neste domingo, 21, o Comitê de Crise se reúne para avaliar o avanço da pandemia no município e tomar novas decisões.

Fonte: Ascom SJB


Publicidade

Anterior

Alerj define presidente e relator da comissão especial que irá analisar denúncia de impeachment de Witzel

Seguinte

Em vídeo ao lado de Bolsonaro, ministro Abraham Weintraub, da Educação, anuncia saída do cargo