Publicidade
DNews

Renato Feder é favorito para assumir Ministério da Educação

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder é, neste momento, o favorito para assumir o Ministério da Educação. Seu nome, contudo, provoca dúvidas no Palácio do Planalto. Diante de impasse, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) segue sem previsão de anunciar o novo titular.

O último ministro, Carlos Decotelli, foi resultado de uma articulação feita pelos ministros militares. A seleção do novo titular, inclusive, se transformou numa disputa nos bastidores entre a ala militar e ideológica. Diante do embate, Bolsonaro pode optar pela terceira via – no caso, Feder.

Feder foi o quinto maior doador entre pessoas físicas da campanha de João Doria (PSDB) para a Prefeitura de São Paulo, em 2016. A possível relação entre o cotado e o tucano, no entanto, provoca dúvidas em Bolsonaro.

De acordo com interlocutores do presidente, o anúncio ainda não foi feito por que existe preocupação por parte do governo federal com a base olavista, de Olavo de Carvalho, nas redes sociais.

A ala ideológica entende que o novo ministro deve ser diferente de Abraham Weintraub, que ficou cerca de 14 meses no cargo, mas defende um nome que tenha ciência do suposto aparelhamento da pasta à esquerda.

Fonte: R7


Publicidade

Anterior

Por medo de contaminação, Justiça Eleitoral tem dificuldade para recrutar mesários e abstenção pode ser maior em 2020

Seguinte

Coronavírus: 91% dos infectados apresentam sintomas, diz pesquisa