Publicidade
ECONOMIAREGIONAL

“PROMAR é um sopro de esperança para a nossa região”

O Presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro) e Prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, participou do lançamento do Programa de Revitalização e Incentivo à Produção de Campos Marítimos (PROMAR), pelo Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, em cerimônia digital nesta quinta-feira (11), quando destacou a importância da iniciativa para impulsionar a Bacia de Campos, gerar empregos e desenvolvimento econômico regional.
O Prefeito Wladimir Garotinho destacou que “Campos será o espelho do Brasil no que se refere ao PROMAR”, detalhando a expectativa que o município apresenta sobre os efeitos do PROMAR na economia regional, em face de condições como a proximidade com as principais áreas de produção, por ser cidade polo de serviços e infraestrutura, e por ser a principal alternativa de suporte ao Porto do Açu.
Como Presidente da Ompetro, Wladimir solicitou ao Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que Campos e Macaé sejam considerados prioritários para a realização de eventos tais como workshops, seminários e encontros de planejamento e discussão da implementação do PROMAR.
“O PROMAR é um sopro de esperança para a nossa região. Fiquei muito feliz porque o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, atendeu ao meu pedido de fazer uma visita a Campos e realizar todo Workshop do PROMAR em Campos, Macaé ou nos municípios pertencentes a Ompetro. Vamos fazer de Campos o espelho do Brasil”, disse o prefeito Wladimir Garotinho.
Wladimir Garotinho, que como deputado federal entre os anos de 2019 e 2020 presidiu a Frente Parlamentar de Defesa dos Municípios Produtores de Petróleo e liderou o movimento de fortalecimento da atividade produtiva, considerou fundamental o processo de aproveitamento de conteúdo local no setor, beneficiando as cidades da macrorregião da Bacia de Campos.
O subsecretário de Petróleo, Gás e Inovação Tecnológica, Marcelo Neves, diz que “o lançamento do PROMAR é vital para a Bacia de Campos retomar o protagonismo que sempre teve, contribuindo para a nossa cidade se desenvolver, gerar novos empregos, ampliar a renda circulante, e fazer com que o crescimento econômico gere avanços sociais e melhoria da qualidade de vida. Nós temos mão de obra de qualidade, universidades, instituições, pesquisas, inovação, para atender todas as expectativas nessa direção”, assinala Neves.
O PROMAR é liderado pela Empresa de Pesquisas Energética (EPE), ligado ao Ministério das Minas e Energia, e prevê o processo de revitalização da Bacia de Campos. O aumento do fator de recuperação dos campos em 5% pode representar R$ 1 bilhão em novos investimentos na cadeia produtiva, gerando aumento da produção em 1 milhão de barris de petróleo, e impactando com a geração de 25 mil empregos.
Em 5 anos, com o PROMAR serão interligados 100 novos poços na rede já existente. A produção de petróleo no Brasil em 2020 bateu recorde e atingiu a casa dos 3 milhões de barris/dia. Hoje, o Brasil é hoje o 7º maior produtor de petróleo do mundo, com perspectivas promissoras de chegar, daqui a 10 anos, a uma produção de mais de 5 milhões de barris/dia.
Fonte: Comunicação PMCG

Publicidade

Anterior

Ampliação do calendário de vacinação da Covid-19 para idosos na próxima semana

Seguinte

Bolsonaro anuncia Marcelo Queiroga como novo ministro da Saúde