Publicidade
REGIONAL

Professores temporários começarão a ser reconvocados nas próximas semanas

A angústia dos professores temporários de Campos, dispensados em maio de 2020, está perto de ter um fim. Nesta terça-feira (18), o prefeito Wladimir Garotinho e o secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, realizaram reunião com a comissão que representa o grupo. O prefeito anunciou que, nas próximas semanas, vai dar início à reconvocação desses profissionais, de forma gradativa.
“A programação é que, até o final do mês de julho, todos os professores já estejam atuando nas unidades escolares da rede municipal de ensino. Num primeiro momento vamos chamar 50% do total, até o final do mês de junho e, a outra metade, até o final de julho. Nosso governo tem planejamento. Mesmo com a queda na arrecadação municipal em razão das dificuldades financeiras da população, que está pagando menos impostos, principalmente pelas dificuldades enfrentadas com a pandemia do coronavírus, estamos somando esforços para cumprir o que prometi e vamos fazer isso com recursos do próprio Fundeb, que aumentaram. Eu me comprometi com esses profissionais e não os chamei antes, porque ainda não era possível garantir o pagamento. Estamos fazendo tudo com bastante transparência”, afirmou o prefeito.
O secretário Marcelo Feres explicou: “Eles vão atuar nas turmas que estão com carências de professores. Muitas dessas pessoas só tinham essa renda e, com a dispensa, viveram muitas dificuldades, porque ainda tinham vínculo com o município e não podiam receber o auxílio emergencial. Não foi possível convocá-los antes, pois precisávamos de tempo para analisar os dados, conhecer a realidade de perto, levantar as necessidades das escolas, saber quais turmas estavam sem professor, além disso, ter condições financeiras para efetuar os pagamentos”.
Também estavam presentes no encontro, no gabinete do prefeito, o presidente da Câmara Municipal, Fábio Ribeiro; e o presidente da Comissão da Educação da Câmara, vereador Maicon Cruz. De acordo com professor Marcelo, a Seduct vai publicar a relação nominal desses professores no Diário Oficial do município nos próximos dias. A prioridade na convocação será dos profissionais cujos contratos estão mais perto do fim. Os contratos têm validade de dois anos e o período da suspensão não será computado.
DEPOIMENTOS
Para o presidente da Câmara, a reunião de hoje representa mais um avanço para a Educação. “O município buscou caminhos dentro da responsabilidade fiscal e regularizou, primeiramente, a folha de pagamento dos funcionários estatutários, anunciou o parcelamento do pagamento do 13º, que a antiga gestão deixou atrasado e, agora, com maior estabilidade orçamentária e financeira, está dando mais esse passo. Quem ganha com isso são os estudantes e a Educação”, afirmou Fábio.
Para o vereador Maycon, esse diálogo é muito importante. “Parabenizamos o prefeito pela sensibilidade e pelo diálogo que provocou a decisão de reconvocar esses professores, que estavam há mais de um ano com contratos suspensos e sem nenhuma perspectiva. É um alívio para todos”, complementou.
Uma das representantes do grupo, Tatiane Cruz, falou do esforço do prefeito em resolver a questão. “Temos ciência de muitas pessoas que estavam, literalmente, passando fome. Mas estamos vendo o empenho do prefeito Wladimir e acredito muito na sua proposta e condução”, comentou.
Outra professora, Manuela Moço, agradeceu. “Queremos agradecer ao prefeito por receber a comissão aqui em seu gabinete. Foram meses de sofrimento, fomos dormir muitas vezes sem resposta. Agradecemos também aos vereadores e ao secretário Marcelo que sempre nos atendeu muito bem”, acrescentou.
Fonte: COMUNICAÇÃO PMCG

Publicidade

Anterior

CoronaVac: 2ª dose para pessoas que tomaram a 1ª dose até o dia 09 de abril

Seguinte

Economia de Campos começa a reagir e tem resultado positivo no 1º trimestre