Publicidade
DNews

Premier do Japão renuncia por problemas de saúde

O primeiro-ministro Shinzo Abe, o mais longevo chefe de Governo do Japão, renunciou ao cargo nesta sexta-feira devido a problemas de saúde. Abe enfrenta há anos a doença crônica colite ulcerativa, e duas visitas a hospitais em uma semana levantaram questões sobre sua capacidade ficar no cargo até o fim de seu mandato como líder de seu partido e, portanto, primeiro-ministro, em setembro de 2001.

– Não posso ser primeiro-ministro se não puder tomar as melhores decisões para o povo. Decidi deixar meu cargo – disse Abe, de 65 anos, em entrevista coletiva.

A renúncia dá a largada para uma corrida pela liderançda do Partido Liberal Democrata (PLD), que deve escolher na próxima semana seu novo líder, que precisará ser formalmente eleito premier pelo parlamento, onde o partido tem maioria. O novo líder vai cumprir o restante do mandato de Abe.

Quem quer que vença a corrida deve manter a política econômica de Abe e, ao mesmo tempo, lidar com os impactos da Covid-19, mas pode ter problemas em repetir a estabilidade política, provavelmente o maior legado de Abe. Na coletiva, ele não quis especular possíveis nomes para sucedê-lo.

Fonte: O GLOBO


Publicidade

Anterior

'Vacina ainda deve ser encarada como plano B', diz vice-presidente da Fiocruz

Seguinte

Área econômica chega a R$ 300 para auxílio emergencial pedido por Bolsonaro