Publicidade
POLÍCIA

Menina de 13 anos foge de casa para viver com bandido e é resgatada por policiais.

Policiais da 57ª DP (Nilópolis) resgataram, nesta terça-feira, uma menina de 13 anos que estava no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. A adolescente fugiu de casa em Paraty, na segunda, para viver com o traficante Nícolas Vieira Lopes, de 19 anos, que mora no conjunto de favelas do município da Região Metropolitana do estado.

De acordo com o delegado André Luiz Neves, titular da 57ª DP, a investigação para a descoberta do paradeiro da jovem começou quando o pai dela procurou a distrital. A equipe do delegado já atuou no município da Região da Costa Verde.
“Ele é um traficante que tem diversas passagens em Paraty. Quando ele atuava lá, ela se aproximou dele e depois que ele veio para o Rio, eles continuaram se falando pela Internet até que ele a convenceu a abandonar os pais para viver com ele”, conta Neves.
Os policiais ficaram sabendo que a jovem havia desembarcado na Rodoviária Novo Rio. Eles, então, analisaram as imagens das câmeras de segurança dos terminais, quando viram a adolescente deixando o local em um táxi com uma idosa, que depois descobriu-se que é a avó do traficante.
“Ele lubridiou a avó, dizendo que era uma namorada dele, que tava vindo ficar com ele. Mas ele não contou que ela era menor e que tinha fugido de casa”, o delegado acrescenta.
Os policiais monitoraram, então, as redes sociais da adolescente, quando conseguiram identificar que ela estava escondida no Complexo do Salgueiro. Eles localizaram a residência, até que a resgataram e prenderam Nícolas.
“Ela contou para a gente que gostou do cara e que estava de saco cheio de casa, aquele caso de rebeldia de adolescente”, Neves afirma, dizendo que o pai a buscou na delegacia.
Apesar de ter apenas 19 anos, Nícolas já tem 17 anotações criminais, algumas delas por homicídio, roubo, tráfico de drogas, resistência e violência doméstica.
Fonte: JORNAL O DIA

Publicidade

Anterior

Polícia prende homem que tentou matar ex-mulher

Seguinte

Coronavírus: governo antecipa metade do 13º de aposentados e suspende prova de vida do INSS