Publicidade
ECONOMIA

Macaé deve receber grande investimento com ativo da Petrobras vendido à Trident Energy do Brasil

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) deu sinal verde para que a Petrobras ceda o direito de dez contratos de concessão à Trident Energy do Brasil na Bacia de Campos. O município de Macaé será um dos grandes beneficiados. Para o deputado federal Christino Áureo (PP-RJ), presidente da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento Sustentável do Petróleo e Energias Renováveis (FREPER), será um passo importante para a geração de empregos, uma vez que a região receberá forte investimento. Especialmente no momento de retomada econômica pós-pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a ANP, a cessão se deve a um plano de desinvestimento da Petrobras. Os contratos são dos polos Pampo e Anchova, e a cessão inclui os campos de Badejo, Bicudo, Bonito, Enchova Oeste, Enchova, Linguado, Marimbá, Pampo, Piraúna e Trilha. Com a cessão, órgão projeta investimentos de cerca de US$ 1 bilhão na região, previstos nos planos de desenvolvimento desses campos. Existe, ainda, um potencial de adição de 203,5 milhões de barris de óleo.

“É uma notícia alvissareira neste momento de crise econômica mundial. E mais uma comprovação de que devemos nos manter firmes na luta por mais investimentos para o setor de óleo e gás. Nossas reservas são atrativas para o mercado, e temos um capital humano qualificado, tornando o país, especialmente o Norte Fluminense, uma área atrativa para a chegada de novas empresas”, afirma o deputado.

Para Christino Áureo, além de atração de empregos, os investimentos na região também proporcionarão a revitalização dessa parte da bacia. As áreas cedidas pela Petrobras estão em águas rasas, na Bacia de Campos, onde, segundo a ANP, a produção sofreu queda de 50% nos últimos 10 anos.
Fonte: JORNAL O DIA

Publicidade

Anterior

Gripe: aberta vacinação para a população em geral

Seguinte

Governo transfere R$ 15 bilhões aos estados e municípios na segunda parcela do socorro