Publicidade
TECNOLOGIA

iPhone 11 Pro Max de Natal, feito com ouro e diamante, custa R$ 580 mil

O iPhone 11 Pro Max se tornou sonho de consumo de algumas pessoas pelo mundo. Agora, as compras de Natal podem ficar ainda mais especiais devido à edição natalina do smartphone da Apple. O preço também é mais do que diferenciado: US$ 140,8 mil, o equivalente a cerca de R$ 578 mil na cotação atual. Sai de cena o alumínio e entra o ouro 18 quilates. Na traseira, o celular da Apple tem ainda um desenho que simboliza o nascimento de Jesus, além da Estrela de Belém encravada com diamantes.

O modelo é fabricado pela empresa russa Caviar, especializada nesse tipo de artigo exclusivo. Há ainda uma versão similar para o iPhone 11 Pro, que traz tela menor, à venda por US$ 129 mil, aproximadamente R$ 530 mil (sem considerar impostos envolvidos na transação).

Nada muda no hardware. Os modelos estão disponíveis em versão única com armazenamento de 512 GB, a mais cara produzida pela Apple. Os aparelhos contam com processador A13, câmera tripla de 12 MP e bateria com quatro a cinco horas a mais de duração em relação aos modelos da geração passada.

No Brasil, o iPhone 11 Pro Max de 512 GB está disponível por R$ 9.599, enquanto o iPhone 11 Pro pode ser adquirido com essa quantidade de memória por R$ 8.999. Os aparelhos chegaram às lojas no fim de outubro. No comércio eletrônico, os preços podem sair cerca de R$ 100 mais baratos. Os valores são até 60 menores do que as edições de luxo de Natal.

O preço das versões natalinas superam até mesmo outros modelos da própria Caviar: em outubro, a companhia anunciou unidades do telefone com revestimento em ouro com detalhes em diamante por US$ 30.820, cerca de R$ 126 mil na conversão.

Fonte: TECH TUDO


Publicidade

Anterior

Mega-Sena pode pagar R$ 31 milhões neste sábado

Seguinte

Botafogo domina no início, segura o Corinthians no fim e vence a Liga Sul-Americana de Basquete pela primeira vez