Publicidade
SAÚDE

Hospital das Clínicas de SP vai vacinar mil funcionários hoje

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP pretende vacinar mil profissionais de saúde contra a Covid-19 nesta segunda-feira (18).

Uma megaoperação começou a operar no hospital para imunizar cerca de 30 mil trabalhadores do local. No estado de São Paulo, a vacinação começou no HC neste domingo (17), com 112 pessoas.

Os postos de atendimento aos funcionários devem trabalhar por 12 horas, das 7h às 19h.

Nesta segunda, a primeira dose da vacina CoronaVac foi aplicada na enfermeira Juliana Campana, às 7h28 no HC.

“Não percam a esperança. A gente tem que manter os mesmos cuidados que nós já estávamos tendo. Distanciamento, evitar as saídas desnecessárias o momento ainda é muito critico”, disse ela depois de ser imunizada.

“É uma emoção indescritível o dia de hoje. Não só para mim, mas para todos que estão aqui. Somos da linha de frente, [a vacinação] é esperança do fim desse pavor, desse medo que vem nos assombrando há quase um ano. Estou aqui para conscientizar a todos da importância da vacinação. Todos devem ser vacinados. E temos que lembrar que a gente não deve abrir mão das precauções que a gente já vem mantendo. Não é porque a vacina chegou que a gente pode relaxar [nos cuidados].”

A diretora clínica do complexo hospitalar do HC, Heloísa Bonfat, disse que cerca de 28 mil profissionais estão na linha de frente da assistência.

“Serão esses os vacinados. Hoje, nós temos o piloto com os voluntários. Nós temos mil postos de voluntários nos dias planejados e essas pessoas que estão trabalhando nesses postos é que serão vacinadas. Esse é o número que nós pretendemos vacinar hoje. Nos outros dias, devemos chegar a sete ou oito mil pessoas por dia em 12 horas de trabalho.”

De acordo com a diretora, a vacinação será feita em ordem alfabética e os agendamentos ocorrerão a cada 30 minutos.

A segunda dose deve ser aplicada 21 dias após a primeira. A campanha iniciada nesta segunda é um piloto e somente alguns profissionais serão vacinados.

Fonte: G1


Publicidade

Anterior

Covid-19: no primeiro lote da vacina, Rio cobrirá 20% do grupo prioritário

Seguinte

UBS de São Sebastião reabre nesta quarta (20)