Publicidade
SAÚDE

Hemocentro Regional de Campos funciona em horários diferenciados para doações

Domingo (24) e nessa segunda-feira (25) o Hemocentro Regional de Campos dos Goytacazes (região norte do Estado do Rio de Janeiro), no Hospital Ferreira Machado (HFM), func ionou  em horários diferenciados diferenciados (de 7h às 14h) para receber doações de sangue. O mesmo ocorrerá nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro.

Segundo a Superintendência de Comunicação (Supcom) do governo municipal, por se tratar de um período de feriado prolongados, a procura de doadores diminui. “Porém, ao mesmo tempo, com a movimentação nas estradas, a demanda pela procura de sangue nos hospitais corre o risco de aumentar”.

Doadores não precisam estar em jejum, mas também não podem ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas. – Foto: Antônio Cruz/Supcom

Em matéria postada no portal da prefeitura, a assistente social Rosângela Soares argumenta que Campos possui duas estradas federais (BR-101 e BR-356) e nesse período o movimento de veículos aumenta muito. “Com isso, em caso de acidentes graves, os hospitais precisam do estoque de sangue”.

“Por esse motivo, pedidos que as pessoas façam a doação de sangue antes de viajar, de curtir o feriado”. Rosângela Soares ressalta que atualmente, o Hemocentro Regional de Campos necessita da doação de todos os tipos sanguíneos. “Podem doar as pessoas com idade entre 16 e 69 anos, que tenham mais de 50kg”.

A  assistente social orienta que os doadores não precisam estar em jejum, mas também não podem ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas e não devem ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores. “Para doar, é necessária a apresentação de documento original com foto. Menores de 18 anos devem comparecer com o responsável legal”.

O intervalo entre uma doação e outra é de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres. “Gostaríamos de agradecer a todas as pessoas que prestaram esse gesto de solidariedade em 2017. Só assim conseguimos manter o estoque para toda a região. Esperamos que em 2018 o número de doações cresça”, conclui conta Rosângela Soares.

 FONTE: Redação com Supcom-Campos


Publicidade

Anterior

Troca de tiros deixa um morto e dois feridos em Guarus

Seguinte

Temer deverá estar em SJB nessa quarta-feira para oficializar ZPE no Porto do Açu