Publicidade
ESPORTES

GP de Portugal: Hamilton brilha na última volta, supera Bottas e fatura 97ª pole position na F1

É até repetitivo, mas Lewis Hamilton mostrou por que é o melhor piloto da atualidade e dos maiores da história. Depois de ser superado pelo companheiro de equipe Valtteri Bottas em quase todo o fim de semana do GP de Portugal e de ver o finlandês praticamente assegurar o primeiro lugar no grid com uma excelente volta em 1m16s754, o hexacampeão brilhou na última tentativa, já com o cronômetro zerado no Q3, e garantiu a 97ª pole na F1, com 1m16s652.

Se vencer neste domingo em Portimão, Hamilton chegará à 92ª vitória na Fórmula 1 e passará a ser o único recordista, superando o alemão Michael Schumacher.

Max Verstappen fez um bom treino e ficou em terceiro no grid, a apenas 0s252 da pole position, e Charles Leclerc fechará a segunda fila com a Ferrari. Sergio Pérez voltou a ser o melhor piloto da Racing Point e completou os cinco mais rápidos.

O grupo dos dez primeiros no grid também teve, da sexta à décima colocações, Alexander Albon (RBR), Carlos Sainz Jr. (McLaren), Lando Norris (McLaren), Pierre Gasly (AlphaTauri) e Daniel Ricciardo (Renault).

Os três primeiros

HAMILTON: “Não posso te dizer o quão difícil foi hoje! Apenas vi que Valtteri dominou toda sessão, e apenas estive escavando para acnar o tempo… Escolhi dar três voltas para ter uma chance de bater seu tempo”

BOTTAS: “Em último caso, eu poderia ter ido para duas voltas também… teria sido ótimo largar do lado limpo, mas vamos ver o que podemos fazer do segundo lugar.”

VERSTAPPEN: “Estou feliz com o terceiro lugar, a volta foi decente. Não estamos muito atrás. A largada será importante. Sentiremos nossa forma durante a corrida e ver como iremos dali.”

Fonte: GLOBO ESPORTE


Publicidade

Anterior

GDF tem cinco dias para definir plano de retorno às aulas, diz justiça

Seguinte

Governo brasileiro parabeniza Arce, do partido de Evo, por vitória na Bolívia