Publicidade
ESPORTES

Goytacaz sai atrás no placar, empata no segundo tempo e conquista o titulo da segundona

Foto: Rogério Nunes/FutRio

Após 35 anos, o Goytacaz foi novamente campeão da Segundona do Carioca. O clube de Campos empatou em 1 a 1 com o America e como o Time da Rua do Gás venceu o primeiro jogo por 1 a 0, o título volta à cidade pela primeira vez desde 1982.

O America começou a partida com um ímpeto bem diferente do jogo de ida. Mais ofensivo, o Alvirrubro saiu na frente com um gol de Anderson Kunzel depois de uma falha do goleiro adversário. No segundo tempo, mais recuado e mostrando um pouco de cansaço, o America cedeu espaços e o Goytacaz aproveitou. Após cobrança de falta, Galhardo (que perdeu um pênalti no primeiro tempo e estava sendo o vilão) marcou o gol de empate que garantiu o título para o Goyta.

O título ficou com o Goytacaz, mas as duas equipes estão na Série A do Campeonato Carioca do ano que vem. Antes, no entanto, os times terão que passar pela fase preliminar, onde seis equipes vão lutar por duas vagas para a etapa principal do Estadual.

O JOGO

A partida começou muito corrida, com os dois times buscando o ataque, mas finalizando pouco a gol, e os goleiros trabalhando pouco. Aos 19 minutos, Anderson Künzel chutou sem força da entrada da área, mas a bola quicou no gramado irregular do Aryzão e enganou o goleiro Paulo Henrique: o America saiu na frente do marcador.

O gol animou o time rubro, que voltou melhor após a parada técnica. Allan fez boa jogada individual para cima de Almir, driblou o marcador e bateu de pé esquerdo, mas a bola passou rente à trave direita e foi pra fora. Tenente respondeu aos 35, invadindo a área, sendo derrubado por Douglas. O árbitro marcou pênalti para o Goytacaz. Gabriel Galhardo cobrou, mas Thadeu acertou o canto e fez a defesa, impedindo o empate do Alvianil.

Depois da perda do pênalti, o Goytacaz não conseguiu se encontrar no final da primeira etapa. Em uma recuada errada, Cleiton deu a bola nos pés de Allan, mas para a sorte do defensor, o atacante adiantou demais a bola, perdendo a chance do segundo gol. Em seguida, Robinho fez ótimo lançamento para Allan, que tentou marcar de calcanhar, mas a bola foi pra fora.

Do inferno ao céu, Gabriel Galhardo empata e dá o título ao Goytacaz

Na segunda etapa, o America não diminuiu o ritmo e chegou com perigo logo aos quatro minutos. Tiago Corrêa tabelou com Allan, invadiu a área e tentou encobrir Paulo Henrique, mas o goleiro fechou bem o ângulo e fez a defesa, impedindo o segundo gol. Entretanto, o Goytacaz mostrou raça e chegou ao empate aos 15 minutos. Leandro Cruz cobrou falta, a bola bateu na trave e voltou para Gabriel Galhardo, que cabeceou. Thadeu defendeu, mas o camisa oito não perdeu a segunda chance e deixou tudo igual.

Logo depois, Léo Rocha deixou Allan na cara do gol, o camisa 11 invadiu a área, encheu o pé, mas Paulo Henrique fez uma grande defesa, impedindo que o America voltasse a liderar o marcador. O jogo ficou aberto e muito disputado. Aos 32 minutos, Almir cobrou falta com maestria, mas a bola carimbou a trave. O time rubro se lançou ao ataque e deixava espaços na sua defesa para o Goytacaz, que passou a apostar nos contra-ataques.

Já nos acréscimos, Luquinha, que fez o gol do acesso, quase fez uma obra de arte. O atacante foi a linha de fundo, deu um lindo drible em Marlon e bateu de pé esquerdo, mas a bola passou tirando tinta da trave direita. No fim, o atacante Luan, que já tinha cartão amarelo, retardou o jogo, foi expulso, mas não tinha tempo para mais nada. O jogo acabou 1 a 1 e o Goytacaz faturou o título.

A partida

Goytacaz 1×1 America – Carioca Série B1, final (volta) – 30/09/2017, às 15h

Estádio Ary de Oliveira e Souza (Campos dos Goytacazes – RJ)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Jackson Lourenço Massarra dos Santos

Goytacaz: Paulo Henrique; Tenente, Edson (Lucas Tavares, 38’/2ºT), Cleiton e Almir; Jeffinho, João Vitor, Gabriel Galhardo e Leandro Cruz (Luquinha, 28’/2ºT); Rodriguinho (Mário Pierre, 45’/2ºT) e Luan. Técnico: Paulo Henrique.

America: Thadeu; Belarmino, Raphael Azevedo, Pessanha e Marlon; Alan Nascimento (Welber, 31’/2ºT), Tiago Corrêa, Anderson Künzel (Philip, 16’/2ºT) e Léo Rocha; Allan (Gleisson, 36’/2ºT) e Robinho. Técnico: Lucho Nizzo.

Cartões amarelos: Edson, Luan e Paulo Henrique (GOY); Anderson Kunzel, Léo Rocha e Marlon (AME)

Cartão vermelho: Luan (GOY), 47’/2ºT

Gols: Anderson Kunzel, 18’/2ºT (0-1); Gabriel Galhardo, 15’/2ºT (1-1)

Fonte: Redação com FutRio


Publicidade

Anterior

Servidores da Faetec em greve por tempo indeterminado

Seguinte

Prêmio da Mega-Sena acumula novamente e vai a R$ 55 milhões no próximo sosrteio