Publicidade
POLÍTICA

Governo tentará adiar análise de veto a reajuste pela Alerj

O funcionalismo estadual promete lotar nesta terça-feira as galerias e o entorno da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para pressionar os deputados pela derrubada do veto do governador Wilson Witzel ao reajuste para as categorias. A Casa votará o tema em sessão extraordinária, a partir das 14h55.

No entanto, o governo e a base aliada estudam alguma manobra para o veto não entrar na pauta desta terça, como o adiamento da votação para data posterior à reunião que os servidores terão com o secretário da Casa Civil, André Moura, em 18 de março. Isso poderá ser discutido pelos deputados no colégio de líderes, antes da sessão, mas nada está definido.

A reunião que integrantes do Fórum Permanente de Servidores do Estado (Fosperj) terão com o titular da pasta foi intermediada pelo líder do governo na Alerj.

As categorias tentam abrir as negociações com o Executivo para a concessão de reposição salarial, argumentando uma defasagem de mais 30%.

O governo tentará convencer os deputados a postergarem a análise do veto para que, antes disso, comece a ser debatido o assunto com o funcionalismo.

Fonte: JORNAL O DIA


Publicidade

Anterior

Fabricação e venda de produtos derivados da cannabis entram em vigor

Seguinte

Mulher que decepou órgão genital de adolescente é presa