Publicidade
ECONOMIA

Governo do Rio lança programa para alavancar economia do estado

O governo do estado do Rio de Janeiro lançou, hoje (13), o PactoRJ, pacote de medidas que objetivam alavancar a economia fluminense nos próximos três anos. O plano prevê investimentos de R$ 17 bilhões, que serão aplicados em mais de 50 projetos nos 92 municípios do estado, nas áreas de infraestrutura; desenvolvimento social e econômico; saúde; educação; segurança; meio ambiente; cultura e lazer. A perspectiva é gerar 150 mil novos postos de trabalho.

O governador Claudio Castro destacou que o PactoRJ significa ouvir os diferentes pontos de vista e enfrentar com coragem os desafios. “São investimentos que gerem investimentos; negócios que gerem negócios. O que a gente está preparando aqui é o Rio para crescer. A verdadeira recuperação fiscal não é corte. É o nosso estado evoluir como estado, arrecadar mais, é gerar mais negócio, é gerar mais emprego. É trazermos mais empresas para cá”.

Castro lembrou que o estado perdeu muitas empresas em função da guerra fiscal e da insegurança pública, acrescentando que o pacto “é para uma retomada da relevância do Rio no cenário nacional”.

Ações

Entre as ações previstas estão a criação de uma linha de metrô em superfície com 23 quilômetros, que cortará a Baixada Fluminense; a construção de trecho interligando a Via Light à Avenida Brasil, na Pavuna; a volta do teleférico do Complexo Alemão; a conclusão do Museu da Imagem e do Som (MIS); a inauguração de 26 Restaurantes do Povo; a implementação de um BRS (sistema de integração por meio de ônibus) de 13,5 quilômetros em São Gonçalo; a revitalização de 882 quilômetros de vias pelo estado; a construção de, pelo menos, cinco mil unidades habitacionais; a implantação de nova unidade do Rio Imagem, na Baixada; e a reforma de 50 Cieps, tornando as escolas ambientes mais tecnológicos e em horário integral.

Dos R$ 17 bilhões, cerca de R$ 14 bilhões serão oriundos do orçamento do estado e os R$ 3 bilhões restantes arrecadados no leilão do saneamento. Com o intuito de dar transparência ao uso dos recursos, o governo vai criar um comitê para acompanhar a implementação dos projetos, que contará com a participação da sociedade civil.

Auxílio

O governador Claudio Castro anunciou que o auxílio emergencial SuperaRJ será estendido até o fim de 2022.


Publicidade

Anterior

Credibilidade fiscal permite juros menores, diz presidente do BC

Seguinte

Chegada de mais doses de vacinas garante continuidade de imunização contra Covid-19