Publicidade
DNews

Fumaça de incêndios florestais da Austrália chega ao Brasil

A fumaça dos incêndios florestais na Austrália chegou na tarde desta terça-feira ao Brasil. A Divisão de Sensoriamento Remoto do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) publicou, no Twitter, imagens de satélites que indicam o avanço da nuvem sobre o estado do Rio Grande do Sul.

A MetSul Meteorologia, uma empresa privada especializada em meteorologia, também identificou o fenômeno, mas pontuou que, em Porto Alegre, a fumaça é “imperceptível”.

Ontem, o material chegou aos céus da Argentina e do Chile através de uma nuvem de 6 mil metros de altura que percorreu mais de 12 mil quilômetros desde a Oceania. A Metsul já havia previsto a chegada da fumaça ao Brasil.

Desde setembro, a Austrália vive uma crise de incêndios espalhados principalmente nos estados de Nova Gales do Sul e Vitória, no Sudeste do país.  Nesta terça-feira, bombeiros aproveitaram uma trégua nos termômetros para fortalecer linhas de contenção do fogo em diferentes regiões atingidas pelo fogo. As áreas atingidas já ultrapassam a marca de 10,3 milhões de hectares — o equivalente à área da Coreia do Sul — desde setembro.

Na Nova Zelândia, país da Oceania a cerca de 2 mil quilômetros da costa do Sudeste da Austrália, a fumaça deixou geleiras em tom caramelo e diversas cidades ficaram com o céu em tom sépia em plena luz do dia. Houve, ainda, reflexos na saúde: muitos neozelandeses relataram problemas respiratórios na última semana.

Fonte: O GLOBO


Publicidade

Anterior

Aneel deve abrir mão de proposta de 'taxar' energia solar, diz Bolsonaro

Seguinte

Jovem brinca de se enterrar na areia, acaba preso e é resgatado em estado grave pelos bombeiros