Publicidade
DNews

Frente fria associada ao ‘ciclone-bomba’ que atingiu o Sul do país causa vento forte e maré alta no Rio

Uma frente fria que chegou ao Rio associada ao ‘ciclone-bomba’, que atingiu o sul do país, causa ventos fortes e maré alta na cidade nesta quarta (1°). Segundo o Centro de Operações Rio, o ciclone não chega ao Rio, mas a ação dele na capital fluminense ocorre de forma indireta, causando ventos que podem chegar a 76km/h e ressaca com ondas que devem atingir os 3,5 metros.

Durante a madrugada, a ventania causou alguns estragos. Uma árvore caiu na Rua Gomes Carneiro, em Ipanema, na Zona Sul da cidade, e atingiu um carro. Ainda na Zona Sul, na Lagoa, mais uma árvore caiu e garis da Comlurb foram acionados para fazer a remoção. Em Botafogo, o problema foi na Rua Conde de Irajá, com outra árvore derrubada pela ventania.

Na Zona Oeste, Vila Kennedy, na Zona Oeste, o vento destelhou casas. No Itanhangá, telhas de alumínio de uma casa foram arrancadas e caíram sobre a fiação elétrica da Rua Pau Brasil. Moradores ficaram sem energia e a Light foi acionada. E em Bangu, um poste foi derrubado na Rua João Barcellos Martins.

A frente fria vai aumentar a nebulosidade na cidade e pode provocar chuva fraca a moderada, em pontos isolados. Os acumulados previstos são baixos, com menos de 5mm de chuva ao longo do dia.

Fonte: G1


Publicidade

Anterior

Programa de crédito privado para micro e pequenos empresários chega ao Rio

Seguinte

Bolsonaro prorroga Auxílio Emergencial por dois meses