Publicidade
ESPORTES

Em tarde de recordes e marca, Flamengo vence o Palmeiras por 3 a 1 em São Paulo

Palmeiras x Flamengo (Foto: Renato Pizzutto/BP Filmes)

Resumão

No duelo entre o campeão brasileiro da última edição e o atual, o Flamengo levou a melhor e venceu o Palmeiras por 3 a 1, na tarde deste domingo, em São Paulo. Mesmo fora de casa e com sua torcida vetada por uma decisão do MP-SP, o Rubro-Negro dominou completamente a partida e não precisou se esforçar muito para conseguir o resultado. Gabigol, duas vezes, e Arrascaeta marcaram os gols.

RECORDES E MARCA

Campeão desde o domingo passado, o Flamengo segue quebrando recordes. Após conseguir a maior pontuação da era de pontos corridos, o Rubro-Negro chegou a 80 gols e passou a ter o melhor ataque desde que a competição passou a ter 20 clubes em 2006. Gabigol também se tornou o maior goleador em uma edição, neste período. Foi a primeira vez que Flamengo venceu na Arena Palmeiras.

Vaias e clima melancólico

Por outro lado, o clima para o torcedor do Palmeiras foi melancólico. Quem foi ao estádio vaiou o time e o técnico Mano Menezes. Além das vaiais, uma cadeira foi arremessada no gramado.

PRIMEIRO TEMPO

Com o Palmeiras aparentemente desanimado e o Flamengo em um momento iluminado, o time carioca saiu na frente logo no início. Em contra-ataque, Gabigol saiu livre na cara de Jaílson e rolou para Arrascaeta marcar. O Alviverde ensaiou reagir, reclamou pênalti de Rhodolfo em Dudu, mas ficou nisso. Com calma, o Rubro-Negro dominou as ações e contruiu a vitória com tranquilidade. Jaílson até tentou impedir, com belas defesas em cabeçada de Vitinho e finalização de Gabigol. No fim da etapa inicial, no entanto, o camisa 9 marcou após bonito passe, o a equipe de Jorge Jesus foi para o vestiário vencendo por 2 a 0.

SEGUNDO TEMPO

Se no primeiro tempo foram necessários quatro minutos, na etapa final o Flamengo ampliou com 40 segundos. Vitor Hugo saiu jogando errado, perdeu para Gerson, e Gabigol não perdoou. Com o jogo decidido, a partida esfriou, o Rubro-Negro pisou no freio, e o Palmeiras cresceu. A equipe paulista teve acertou duas bolas na trave, com Bruno Henrique e Willian e descontou com Matheus Fernandes. O volante ainda quase marcou mais um em cabeçada defendida por Diego Alves.

TEVE GOL(S) E RECORDE DE GABIGOL

Suspenso contra o Ceará, Gabigol não jogava desde a decisão da Libertadores, quando marcou dois gols na histórica virada do Flamengo. O reecontro com a bola foi no seu melhor estilo, novamente dois gols. O feito neste domingo o garantiu um novo recorde. O atacante superou Jonas (2010) e Borges (2011) e se tornou o maior goleador em uma edição de Brasileiro na era de pontos corridos, desde que a competição passou a ter 20 clubes, em 2020.

Fonte: Globoesporte.com


Publicidade

Anterior

HIV: OMS faz recomendações de testagem para ampliar tratamento

Seguinte

Homem atropela idoso na pracinha do Sossego e não presta socorro