Publicidade
ESPORTES

Em Cardoso Moreira, Americano e Boa Vista decidem a Copa Rio

O Alvinegro possui vantagem na final, já que venceu o duelo da ida, em Saquarema, pelo placar de 1 a 0. Foto: Reprodução/FutRio

No Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, em Cardoso Moreira, Americano e Boavista decidem a Copa Rio nesta quarta-feira (27). O Alvinegro possui vantagem na final, já que venceu o duelo da ida, em Saquarema, pelo placar de 1 a 0. Porém, o regulamento ameniza a derrota no Elcyr Resende do Verdão, já que não prevê o gol fora de casa como critério de desempate.

Sendo assim, em caso de qualquer vitória por um gol de diferença da equipe comandada por Eduardo Allax, a definição de quem fica para o troféu vai para os pênaltis. Empate ou vitória do lado alvinegro, obviamentem, faz a taça ficar em Campos dos Goytacazes. O Placar FutRio informa todos os lances em tempo real a partir das 15h.

Dimensões do campo e vantagem são comentadas pelos atletas alvinegros

O título da Copa Rio pode amenizar a dor do Americano, que bateu na trave na Segunda Divisão, e pelo terceiro ano seguido, não conseguiu o acesso. Mas nessa temporada, foi ainda mais dolorido, já que foi batido pelo maior rival Goytacaz. Pode ser um respiro também para o técnico João Carlos Ângelo, que em mais uma boa temporada no comando dos campistas, pode ficar só no “quase”.

Apesar de ter a vantagem, o pensamento do Glorioso é de não se acomodar, pensando em vencer. Discurso esse que foi feito pelo zagueiro Espinho e pelo goleiro Adilson, dois dos líderes do atual elenco. Já Ferrugem, citou as dimensões menores do Ferreirão como um fator que possa vir a ajudar o Americano, já que facilita na hora de fechar os espaços.

Retorno de artilheiro e semifinal fazem Boavista seguir acreditando

Após um Campeonato Carioca ruim com um time que contava com diversos jogadores rodados e com Joel Santana no comando, o Boavista conseguiu uma boa campanha na Copa do Brasil e caiu na segunda fase na Série D. Algo que fez o clube olhar com mais carinho para as competições nacionais. Até por conta disso, deu mais atenção à Copa Rio nesta temporada.

No primeiro jogo da final, a equipe de Eduardo Allax não pôde contar com Felipe Augusto, artilheiro da competição com cinco gols, que esteve suspenso. Agora, o atacante está de volta. Em compensação, o meia Lucas fica de fora pelo mesmo motivo. Como inspiração, serve a semifinal, quando Boavista conquistou a única vitória como visitante, diante da Portuguesa.

A partida
Americano x Boavista – Copa Rio, final, volta – 26/09/2017

Estádio Ferreirão (Cardoso Moreira – RJ)
Árbitro: Pathrice Wallace Correa Maia
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Thiago Rosa de Oliveira

Americano: Adilson; Wander, Thiago, Henrique e Rafinha; Abuda, Espinho e Flávio; Ferrugem e Carlos André; Jairo Paraíba. Técnico: João Carlos Ângelo.

Boavista: Rafael; Thiaguinho Silva, Kadu Fernandes, Anderson Luiz e Júlio Cesar; Willian Maranhão, Júlio Nascimento; Caio, Fellype Gabriel e Léo Pimenta; Leandrão. Técnico: Eduardo Allax.

Fonte: FutRio


Publicidade

Anterior

Com empate na ida, Cruzeiro e Flamengo decidem o título da Copa do Brasil

Seguinte

Prefeitura de Macaé divulga resultado provisório de prova objetiva