Publicidade
SAÚDE

Eduardo Pazuello deve ir para reserva e ser efetivado como Ministro da Saúde

Fontes ouvidas pela CNN dão como certa a permanência de Eduardo Pazuello como Ministro da Saúde. Para a efetivação, o general deve pedir para ir para a reserva do Exército.

Pazuello já chegou ao topo da carreira militar. É general de Divisão desde 2018, já tendo atuado como coordenador operacional da Força-Tarefa Logística Humanitária Operação Acolhida, que foi responsável pelos trabalhos relacionados aos cidadãos venezuelanos que chegaram ao Brasil por Roraima, fugindo na crise no país vizinho.

Na semana passada, ele entregou o Comando da 12ª Região Militar no Amazonas. O general está como interino no Ministério da Saúde desde maio, após a saída de Nelson Teich.

Pazuello está trabalhando para arrumar a casa a longo prazo. Segundo fontes com quem a CNN conversou, o ministro trata de planejamentos estratégicos para longos períodos que vão além da pandemia, com projetos de mais de cinco anos com propostas de reorganizar a saúde pública no Brasil.

Pazuello segue para o Rio de Janeiro neste fim de semana. No sábado (29) tem agenda na Universidade Federal do Rio de Janeiro e, na segunda-feira (31), vai participar da assinatura do contrato de encomenda de tecnologia com a vacina de Oxford, que será o terceiro passo para o acordo final. A expectativa do governo é receber as primeiras 30 milhões de doses dos insumos em outubro.

Fonte: CNN BRASIL


Publicidade

Anterior

TSE amplia horário de votação em uma hora; eleitores irão às urnas das 7h às 17h

Seguinte

Governo de São Paulo discute com Anvisa uso emergencial da coronavac