Publicidade
DNewsESPORTES

Dados de Neymar são usados para pedido de auxílio de R$ 600 ao governo

Os dados do atacante Neymar, do PSG e da seleção brasileira, foram usados para solicitação do auxílio emergencial de R$ 600 durante a pandemia do coronavírus.

A solicitação com nome completo, CPF e outras informações pessoais do craque foi feita à Caixa Econômica Federal, como informou inicialmente o site UOL.

As avaliações para a concessão do benefício são feitas pelo Ministério da Cidadania e pela Dataprev. O estafe do jogador nega que o pedido tenha sido feito por ele.

No site do programa, foi possível verificar como está o trâmite nesta quinta-feira: o auxílio chegou a ser aprovado e enviado para crédito, mas o status foi alterado para “em avaliação”. O motivo? “O cadastro foi identificado com indícios de desconformidades com a Lei 13.982/2020 e está sendo reavaliado”.

Durante a paralisação do futebol, Neymar passou a quarentena em sua mansão, em Mangaratiba, região sul do estado do Rio. Com direito a futevôlei e acompanhamento do preparador físico Ricardo Rosa, a ideia do jogador era volta “no mínimo, no mesmo nível físico” de quando a temporada parou.

Fonte: O GLOBO


Publicidade

Anterior

Prefeitura inicia nesta sexta pagamento de servidores referente a maio

Seguinte

Governo autoriza R$ 60 bi para estados, mas dinheiro só sai na semana que vem