Publicidade
DNews

Cursos de ensino superior a distância crescem 378,9% nos últimos 10 anos

Os cursos a distância já correspondem a 43,8% dos alunos das 2.608 instituições de ensino superior no Brasil. Apenas entre 2009 e 2019, o número de ingressos nos cursos a distância teve um salto de 378,9%.
Porém, no ano passado, as instituições de ensino superior formaram 14.212 pessoas a menos que o ano anterior no país. Os dados são do Censo da Educação Superior 2019, divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O estudo mostra ainda que os cursos presenciais têm uma média de conclusão acumulada em dez anos melhor que os cursos a distância. A taxa de desistência acumulada dos cursos à distância ficou em 64% em 2019.

Em 2019, 3,6 milhões de alunos ingressaram em cursos de educação superior, sendo 84,6% em instituições privadas. A rede particular cresceu mais no Brasil: 87,1% nos últimos 10 anos, enquanto a rede pública cresceu apenas 32,4% no mesmo período.

Entre 2009 e 2019, o número de matrículas em cursos de ensino superior aumentou 43,7%, subindo de 5.985.873 matriculados no Brasil em 2009, para 8.604.526 em 2019.

Os cursos de tecnólogo têm sido a preferência de quem procura um ensino superior. Nos últimos 10 anos, a categoria registrou um aumento 132,5%. Entre 2018 e 2019, também foi o grau que teve maior aumento, com 14,1%. Apesar disso, os cursos de bacharelado continuam concentrando a maioria dos estudantes da educação superior, com 57,1%. Em seguida, aparecem os cursos tecnólogos, com 22,7% e, por fim, os de licenciatura, com 20,2% dos alunos de ensino superior.

O aumento do número de alunos em instituições de ensino superior entre 2018 e 2019 é causado apenas por causa dos cursos a distância. O número de alunos em instituições de ensino superior aumentou 15,9% em cursos à distância e diminuiu 1,5% nos cursos presenciais.

Em 2019, foram oferecidas mais de 16,4 milhões de vagas em cursos de graduação no país.

De um total de 2.608 instituições de educação superior no Brasil, 84,4% (2.306) são particulares e 11,6% (302) são públicas. Os cursos presenciais predominam a educação superior no Brasil, com 87,6%.

Fonte: CNN BRASIL


Publicidade

Anterior

Candidatos têm até domingo (25) para prestar contas parciais ao TSE

Seguinte

IBGE: número de desempregados chega a 13,5 milhões em setembro