Publicidade
REGIONALSAÚDE

Concluída 1ª etapa de imunização contra Covid-19 dos profissionais da rede básica

A Prefeitura de Campos conclui, na última sexta-feira (02), a primeira etapa do processo de imunização dos profissionais da rede básica de ensino contra a Covid-19. Nas últimas semanas, a vacinação desse grupo de trabalhadores vem acontecendo na sede da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) e no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF) Campus Guarus. A repescagem para os profissionais já convocados que não compareceram no período solicitado vai acontecer até sexta-feira (09).
De acordo com o secretário da pasta, professor Marcelo Feres, 323 unidades de ensino – sendo 193 municipais, 40 estaduais e 90 privadas de educação básica – encaminharam profissionais para imunização. Até sexta-feira (02) foram aplicadas 2.758 doses da vacina contra a Covid-19 para profissionais da Educação. Deste total, 47 já tomaram a segunda dose.  Outros 1.099 tomaram a dose única.
“Mais de 90% dos profissionais da rede municipal de Educação já foram convocados pelo Programa Saúde na Escola para serem imunizados. Esse dado leva em consideração os trabalhadores da nossa Secretaria que receberam o imunizante em outros grupos prioritários, como pessoas com comorbidades e bariatrizadas. Há, ainda, os professores vacinados anteriormente, por acumularem outras formações como, pedagogos, psicopedagogos, biólogos, profissionais de educação física, nutricionistas, etc.”, explicou o secretário
A coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE), Catia Mello, destaca que, nesta fase, devem buscar o imunizante somente os profissionais agendados pelo PSE, com base na lista enviada por cada unidade de ensino. Quem foi convocado e ainda não compareceu deve entrar em contato pelo e-mail ensinohibrido.seduct@edu.campos.rj.gov.br.
“O Plano Municipal de Ensino Híbrido Seguro visa normatizar a oferta do ensino no modelo híbrido nas unidades escolares, condicionado à vacinação prévia dos trabalhadores da educação, que atuam diretamente na linha de frente nas unidades escolares públicas e privadas do município. Para se cadastrarem, as unidades devem apresentar o licenciamento sanitário e checklist covid aprovado pela Vigilância Sanitária (ou apresentar o protocolo de solicitação de visita do órgão)”, orientou Cátia.
Todas as informações sobre ensino híbrido estão no Portal do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE) .
FONTE: COMUNICAÇÃO PMCG

Publicidade

Anterior

Saúde amplia vacinação para lactantes com bebês de até dois anos de idade

Seguinte

Campanha de vacinação contra influenza vai até sexta-feira