Publicidade
SAÚDE

Com queda acentuada de casos e mortes, uruguaios começam a ver efeito da vacinação avançada

Há pouco mais de um mês, o Uruguai atravessava seu pior momento na pandemia de Covid-19, chegando a ter o pior índice de mortalidade do planeta. Desde o início de junho, contudo, o cenário vem mudando: apenas nas últimas duas semanas, os novos diagnósticos caíram 52% e as mortes, 40%. A ocupação dos leitos de terapia intensiva também diminui progressivamente, mesmo sem que fosse imposta uma quarentena.

Segundo especialistas, a melhora do quadro epidemiológico é sinal de que a campanha de vacinação uruguaia, uma das mais ágeis do mundo, começa a surtir efeito. Até terça-feira, 63% da população havia tomado uma dose e 45,4%, as duas. Todos com mais de 12 anos já estão aptos para agendar a imunização no país.

Perante o bom cenário, o país irá, a partir de 5 julho, retomar os espetáculos públicos, as festas e os eventos sociais. Apesar da queda exponencial, no entanto, a situação pandêmica uruguaia ainda está longe da tranquilidade predominante na maior parte do ano passado.

FONTE: O GLOBO


Publicidade

Anterior

Pacheco deixa para decidir sobre prorrogação da CPI no fim do prazo

Seguinte

São Paulo recebe 1 milhão de doses da Coronavac prontas para aplicação