Publicidade
ECONOMIA

Com apetite chinês, preços da carne podem ficar altos por anos

O preço da carne pode ficar nas alturas por anos, estimam especialistas. Em supermercados e açougues do Rio houve aumento de mais de 30% em um mês em alguns cortes, como picanha e alcatra , bem acima da média de 6,78% de alta da carne vermelha no ano pelo IPCA-15 e da inflação, abaixo de 3%.

Segundo a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), alguns produtos sofreram alta de até 50% .

A alta da carne se deve a uma combinação de fatores. O principal é o aumento das exportações brasileiras para a China , cujos rebanhos de porcos foram reduzidos à metade pela febre suína africana. Com menos proteína suína, os chineses passaram a importar mais esse tipo de carne e também outras, como a bovina e de aves.

Como os chineses pagam mais e o dólar em alta aumenta os ganhos, os produtores brasileiros preferiram aumentar a exportação para o país asiático, o que reduziu a oferta interna e elevou os preços por aqui. O modelo econômico de crescimento da China vem mudando desde 2010, com aumento constante do consumo doméstico.

Fonte: Jornal o Globo


Publicidade

Anterior

Equipe de Paulo Guedes discute privatização do Banco do Brasil

Seguinte

Vasco bate o Cruzeiro e livra rivais Botafogo e Fluminense do rebaixamento