Publicidade
DNewsSAÚDE

Com 96% dos PMs imunizados, afastamentos caem 82% em SP

A Polícia Militar de São Paulo informou, nesta terça-feira (11), que 96% dos agentes em todo o estado já receberam pelo menos a primeira dose do imunizante contra a covid-19. Com isso, os casos de afastamento do trabalho caíram 82%.

De acordo com um levantamento realizado pela corporação, antes do dia 5 de abril, data em que teve início a campanha de vacinação dos funcionários da PM e de outros órgãos da segurança pública no estado (policiais civis, federais, rodoviários federais e guardas civis municipais), a instituição chegou a registrar até 1.700 licenças por sintomas relacionados à doença em uma semana.

Agora, após a imunização dos profissionais, o número foi reduzido para cerca de 300, em média, por mês. A diminuição também foi verificada nas internações em enfermarias e UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), que caíram 71% (73 para 21) e 34% (29 para 19), respectivamente, ante o período anterior à vacina.

A primeira integrante da PM paulista a receber a imunização foi a 1ª Tenente Rosemeire Santos de Miranda, de 43 anos, graduada em enfermagem e que, atualmente, serve na Academia do Barro Branco como professora da disciplina de Tiro Defensivo na Preservação da Vida.

“Desde o início da pandemia, a PM tem adotado medida para preservar a higidez da tropa e a segurança da população. Além da aquisição e distribuição de equipamentos de proteção individual (EPI), a instituição também alterou os turnos e escalas de trabalho para garantir a manutenção de dos programas de policiamento. Até o momento, 96% do efetivo total da Polícia Militar já foi imunizado com a primeira dose da vacina contra a Covid-19”, destacou o comunicado enviado pela SSP-SP (Secretaria do Estado da Segurança Pública de São Paulo).

Segundo a pasta, o total de agentes afastados nas Polícias Civil, Militar e Técnico Científica no momento corresponde a 0,7% do efetivo em todo o estado. “Todo policial com suspeita ou diagnóstico da Covid-19 foi ou está devidamente afastado, conforme orientações do Comitê de Contingência do Coronavírus.”

A SSP informou também que acompanha o quadro clínico, fornecendo todo o suporte necessário para a recuperação de seus agentes. O órgão revelou que, desde o início da pandemia, 154 policiais morreram no estado vítimas da doença.

Fonte: R7


Publicidade

Anterior

Indonésia aponta que CoronaVac tem 98% de eficácia na prevenção de mortes

Seguinte

Covid-19: Mulheres com 57 anos ou mais recebem vacina AstraZeneca nesta quinta