Publicidade
BRASILSAÚDE

China e Brasil: Reunião de ministros sinaliza aproximação e cooperação em vacina

O ministro das Relações Exteriores, Carlos França, recebeu na noite desta sexta-feira (9) uma ligação do ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, em um movimento que pode sinalizar uma maior aproximação e cooperação entre os países em relação ao combate ao coronavírus e na fabricação de vacinas.

No Twitter, o perfil oficial do Itamaraty afirmou que “os chanceleres concordaram na urgência do combate à pandemia e da cooperação em vacinas, IFAs e medicamentos”. “Autoridades dos dois países estão em contato permanente para agilizar as remessas, essenciais para salvar vidas”, postou. “Trataram também das promissoras perspectivas em comércio e investimentos. Conversaram sobre a evolução positiva do relacionamento sino-brasileiro e os números crescentes do comércio — recorde de US$ 102,6 bilhões em 2020.”

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, por sua vez, também usou seu perfil no Twitter para registrar a situação, afirmando que ambos os ministros “concordaram em reforçar as relações bilaterais, a coordenação multilateral e o combate conjunto à pandemia, além de promover a recuperação econômica”.

O posicionamento de França é uma tentativa de reaproximação com o governo chinês após o Ministério das Relações Exteriores ficar sob a tutela de Ernesto Araújo.

Fonte: CNN BRASIL


Publicidade

Anterior

Brasil e países pedem ação da OMC para comprar e distribuir vacinas

Seguinte

Anvisa se reúne com Índia e Rússia em busca de soluções para Covaxin e Sputnik