Publicidade
DNews

CCZ conclui neste sábado, vacinação contra a raiva no interior

Foto: Divulgação/Sup. Comunicação

Equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realizam neste sábado (30), o último dia de vacinação itinerante de cães e gatos contra a raiva pelo interior do município. O trabalho será realizado na área da antiga Usina São João e nos quatro assentamentos rurais Zumbi dos Palmares em Campos, em uma área que vai da margem esquerda do Rio Paraíba do Sul até a Lagoa do Campelo, em uma extensão superior a 15 quilômetros. Há três anos, a campanha de vacinação antirrábica, em cães e gatos, não era realizada em Campos.

— Estaremos com quatro equipes, reunindo cerca de 25 pessoas, envolvidas no trabalho de vacinação nessa grande área de famílias assentadas. Como são pequenas propriedades rurais, em alguns casos teremos que ir visitando uma por uma. A expectativa é vacinar cerca de mil animais, das 9h às 16h, concluindo a vacinação itinerante por todo o interior do município. Mas se em algumas áreas alguém não for visitado, é só solicitar, que iremos aplicar a vacina — afirmou a coordenadora de Vacinação do CCZ, Francimara Araújo.

A vacinação itinerante começou no dia 1º de julho e completa, neste sábado, 12 finais de semana de trabalho pelo interior. Até o último sábado (23), foram atendidas 122 localidades e vacinados 3.085 animais, sendo 2.586 cães e 499 gatos. No dia 7 de outubro, acontece o “Dia D de Vacinação Nacional”, quando os trabalhos em Campos serão realizados em toda a área urbana, incluindo Centro, periferia e distritos mais populosos.

— Para o “Dia D”, orientamos as pessoas a não levar crianças quando se dirigirem aos locais de vacinação. Outra dica é levar os cães com guia e focinheira, caso sejam bravos. Já os gatos devem ser conduzidos em caixas de transporte — orienta Francimara.

A raiva é transmitida, em geral, por mordida, arranhões ou lambida de animais infectados. No Brasil, onde as campanhas de controle acontecem desde a década de 1990, este ano a doença já matou pelo menos duas pessoas: um homem na Bahia e uma mulher em Pernambuco. No mundo, a raiva mata uma pessoa a cada 15 minutos, segundo dados da ONU.

Fonte: Sup. Comunicação


Publicidade

Anterior

Proprietários rurais têm até esta sexta-feira para entregar declaração de propriedades rurais

Seguinte

Prazo para produtor aderir ao Programa de Regularização Tributária Rural será encerrado nesta sexta