Publicidade
DNews

Bancários voltam a ir às ruas em Campos contra Temer e o governador Pezão

O manifestantes percorreram ruas da Avenida Pelinca exibindo faixas e cartazes na manhã desta terça-feira. – Foto: Assessoria

Para protestar contra os governos de Michel Temer e de Luiz Fernando Pezão, bancários de Campos dos Goytacazes, na região norte fluminense, no Estado do Rio de Janeiro, fizeram uma caminhada no centro da cidade na manhã desta terça-feira (26). O sindicato explica que tem cumprido uma agenda permanente de atividades com o objetivo de alertar a sociedade sobre a importância da luta pela manutenção dos direitos dos trabalhadores.

O ato público foi realizado com concentração na Avenida Pelinca e contou com a participação de metalúrgicos, petroleiros e servidores estaduais. Rafanele Alves, presidente do Sindicato dos Bancários, afirmou que é importante que todas as categorias estejam mobilizadas. “A reforma da Previdência é uma grande preocupação para todos nós”, disse o sindicalista bancário.

“A gente vê os escândalos de corrupção todos os dias e não pode admitir que mais uma vez os trabalhadores brasileiros paguem esta conta”, avaliou o sindicalista. A assessoria de imprensa do sindicato resumiu que, durante toda a caminhada e no ato, que aconteceu em frente às agências do Banco do Brasil e Itaú, houve várias manifestações de apoio da população.

De acordo com a assessoria, em nota encaminhada ao jornal O Diário no início da tarde desta terça, várias pessoas pararam para filmar os cartazes, faixas, o boneco gigante representando o banqueiro e a banda de música. “Também fez sucesso um participante do protesto que se vestiu de Michel Temer”, acentuou.

FONTE: Redação com assessoria


Publicidade

Anterior

Tribunal de Justiça do Rio reúne prefeitos nesta terça-feira para agilizar execuções fiscais

Seguinte

Receita Federal intensifica fiscalização a empresas de todo o país e espera recolher R$ 461 milhões