Publicidade
POLÍCIA

Após confirmação por exames, suspeito de estuprar bebê vai para presídio do ES

Divulgação

Foi preso no final da noite de segunda-feira (15/08), no município de Apiacá, no Espírito Santo, o homem identificado apenas por Gilmar, de 58 anos, apontado como suspeito de estuprar a pequena Thalyssa Nunes da Silva (foto), uma bebê de um ano e quatro meses. A menina deu entrada na semana passada no Hospital São Vicente de Paulo, em Bom Jesus do Itabapoana – Noroeste Fluminense/RJ -, com sangramento nas partes íntimas, boca e nariz.

Ao saber do caso, o Conselho Tutelar de Bom Jesus do Itabapoana acionou a Polícia Civil do Rio de Janeiro, que chegou a registrar um boletim de ocorrência. Com um quadro grave, a menina foi transferida para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Infantil de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, onde não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde da última sexta-feira (11).

A Polícia Civil do Espírito Santo informou que exames confirmaram o estupro, mas apontaram que a causa da morte foi uma pneumonia.

O suspeito do crime, que é companheiro da avó paterna da bebê, foi preso preventivamente até o fim das investigações. Ele foi encaminhado para o penitenciária de Vila Velha (ES).

Divulgação

“A Justiça entendeu que ele poderia fugir e a população queria linchar ele. Então foi expedido o mandado de prisão preventiva”, declarou a polícia.

A família da criança mora em São José do Calçado, mas passava alguns dias na casa da avó paterna. A polícia vai apurar se a avó sabia ou não que a neta havia sido abusada sexualmente.

(Com SF Notícias)


Publicidade

Anterior

Ex-secretário depõe na Polícia Federal sobre irregularidades no setor de transportes do Rio

Seguinte

STJ confirma condenação de Bolsonaro por danos morais a Maria do Rosário